Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Danilo Masoni
MILÃO, 4 Mai (Reuters) – Os mercados acionários europeus se
recuperavam nesta sexta-feira com uma série de resultados
corporativos positivos, embora gigantes do setor bancário
recuassem após resultados fracos do HSBC, BNP Paribas, e Société
Générale.
Às 8:24 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300
subia 0,22 por cento, a 1.512 pontos, enquanto o índice
pan-europeu STOXX 600 ganhava 0,26 por cento, a 386
pontos.
Enquanto o índice bancário europeu, recentemente penalizado
pelo enfraquecimento de dados econômicos e arrefecimento das
expectativas sobre o aperto da política monetária, liderava as
perdas setoriais, os ganhos em todos os outros setores
impulsionavam o STOXX.
A queda recente no euro após um rali que teve início no
segundo semestre do ano passado, entretanto, tem ajudado a
Europa a superar Wall Street nas últimas semanas, colocando o
índice da zona do euro no caminho para seis semanas
consecutivas de ganhos.
"O euro permaneceu sob pressão nesta semana devido à queda
nas expectativas sobre o cronograma de uma esperada redução do
programa de compra de bônus do Banco Central Europeu. (Na
quinta-feira), os números mais recentes da inflação registraram
uma queda inesperada tanto no índice geral quanto no núcleo",
disse Michael Hewson, analista da CMC Markets, em nota.
Nesta sexta-feira resultados sólidos elevavam ações de
empresa alemã de especialidades químicas Lanxess , da
proprietária da British Airways IAG e da fabricante
suíça de ingredientes de medicamentos Lonza , enquanto
ações do setor bancário perdiam.
O HSBC caia 2,7 por cento depois de divulgar uma
queda inesperada de 4 por cento no lucro antes de impostos do
primeiro trimestre devido a um aumento de investimentos, embora
seu novo presidente-executivo tenha buscado animar os
investidores com uma recompra de ações de até 2 bilhões de
dólares.
O BNP Paribas e o Société Générale
recuavam 1,9 e 5,9 por cento respectivamente, com operadores e
analistas expressando desapontamento com um conjunto de fracos
resultados para o primeiro trimestre dos bancos franceses.
. Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 0,43
por cento, a 7.534 pontos.
. Em FRANKFURT, o índice DAX subia 0,44 por cento, a
12.745 pontos.
. Em PARIS, o índice CAC-40 perdia 0,04 por cento, a
5.499 pontos.
. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de
0,50 por cento, a 24.184 pontos.
. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava alta de 0,38
por cento, a 1.077 pontos.
. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizava-se 0,28 por
cento, a 5.502 pontos.

(Por Danilo Masoni)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CMO

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia