Clicky

MetaTrader 728×90

O BNDES aprovou nesta segunda-feira novas condições de financiamento aos exportadores brasileiros no âmbito da Linha BNDES Exim Pré-embarque, voltada à produção interna de bens a serem exportados. As mudanças introduzidas darão prioridade às empresas exportadoras de pequeno e médio portes e às empresas com faturamento bruto anual de até R$ 300 milhões, as chamadas “médias-grandes”.

As empresas desses portes passarão a contar com financiamentos do BNDES 100% atrelados à TJLP (a taxa de juros de longo prazo do Banco, atualmente em 7,5% ao ano). As participações máximas do Banco também foram ajustadas, para 70% em todos os casos.

MetaTrader 300×250

As alterações fazem parte do processo em curso de revisão do conjunto das Políticas Operacionais (POs) do BNDES, que tem por objetivo maior racionalização do uso dos recursos do Banco, priorizando segmentos de acordo com o grau das necessidades de suporte.

Para as empresas exportadoras de grande porte (faturamento acima de R$ 300 milhões por ano), serão ampliadas as participações em moeda de mercado (SELIC), que passarão a 70% para os bens de capital e 100% para os bens de consumo.

A Linha BNDES Exim Pré-embarque tem como uma de suas características a rápida velocidade de resposta às necessidades dos exportadores brasileiros. Dessa forma, ela continuará sendo uma importante alternativa com a qual os exportadores poderão contar sempre que as linhas tradicionais de mercado não forem suficientes para atender às suas necessidades de liquidez.


Assuntos desta notícia