Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Leika Kihara
TÓQUIO, 17 Abr (Reuters) – O Banco do Japão provavelmente
manterá sua visão de que a inflação atingirá a meta de 2 por
cento no próximo ano fiscal e projeta que permanecerá próximo a
esse nível no ano seguinte, disseram fontes familiarizadas com o
assunto.
Mas o banco central japonês garantirá aos mercados que não
está perto de uma saída de sua política frouxa de anos diante
dos riscos à inflação, como a incerteza sobre a rapidez com que
as empresas elevariam os salários para atender à escassez de
mão-de-obra, disseram as fontes.
As projeções podem aumentar a chance de o Banco do Japão
debater a redução de seus enormes estímulos no próximo ano
fiscal. Mas uma mudança radical é improvável, já que o
presidente do banco central, Haruhiko Kuroda, disse que a
inflação deve chegar a 2 por cento de forma estável para reduzir
seu enorme balanço patrimonial.
"A economia está sustentando o impulso da inflação para
chegar a 2 por cento. Mas a recuperação da inflação permanece
modesta", disse uma das fontes, visão repetida por duas outras
fontes.
"A chave seria a rapidez com que as expectativas de inflação
aumentarão, o que permanece incerto", disse outra fonte.
O banco central japonês realizará revisão trimestral de suas
previsões de crescimento e inflação em 26 a 27 de abril, quando
deverá manter a política monetária.
(Por Leika Kihara)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH PD


Assuntos desta notícia

Join the Conversation