Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

(Texto atualizado com mais informações)
SÃO PAULO, 6 Dez (Reuters) – A indústria brasileira produziu
249,1 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus em
novembro, queda de 0,3 por cento sobre outubro e alta de 15,2
por cento na comparação com um ano antes, anunciou a Associação
Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) nesta
quarta-feira.
O setor teve vendas de 204,2 mil veículos no Brasil no mês
passado, expansão de 0,7 por cento na comparação mensal e de
14,6 por cento ante novembro de 2016. O movimento foi
influenciado por um menor número de dias úteis em novembro ante
outubro e por uma fraca base de comparação um ano antes.
"É um resultado positivo, pois tivemos um dia útil a menos
em novembro em relação ao mês anterior. Pela primeira vez no ano
ultrapassamos o emplacamento diário (dias úteis) de 10 mil
unidades", disse o presidente da Anfavea, Antonio Megale, a
jornalistas. Segundo ele, o emplacamento de novembro
correspondeu a 10,2 mil unidades por dia útil ante nível de
cerca de 6 mil veículos no início do ano.
"Temos expectativa de continuar com esse crescimento (de
vendas) sobre um ano antes", disse Megale.
As vendas externas de veículos e máquinas agrícolas somaram
1,42 bilhão de dólares em novembro, alta anual de 31,4 por
cento, informou a entidade. Considerando apenas autoveículos, as
exportações de novembro subiram 17,2 por cento, para 1,13 bilhão
de dólares. Em unidades, as exportações de autoveículos
corresponderam a 73.073 unidades no mês passado, alta anual de
28,8 por cento. No ano, a indústria acumula crescimento de 53,3
por cento nas vendas externas de veículos montados, a 700.893
unidades.
O setor, que meses atrás apurava quedas mensais no nível de
pessoal ocupado, registrou crescimento de 2,5 por cento no
número de funcionários em atividade na comparação com novembro
do ano passado, para 126.349 empregos. O crescimento foi puxado
pelo segmento de máquinas agrícolas, que viu seus quadros se
expandirem em 9,3 por cento no período.

(Por Alberto Alerigi Jr., edição Raquel Stenzel)
(([email protected]; +55 11 56447719; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation