Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

O Federal Reserve, que é o banco central dos Estados Unidos, revelou a ata da última reunião do Comitê de Mercados Aberto (Fomc, na sigla em inglês) entre os dias 13 e 14 de dezembro do ano passado, nesta quarta-feira.

Os membros Fomc consideraram o fortalecimento da economia mais rapidamente com a política discursada pelo presidente eleito Donald Trump, com corte de impostos, investimentos em infraestrutura e desregulamentação.

Chart Trading 300×250

Porém, as mudanças poderiam impulsionar a inflação e criar um cenário de confronto entre o presidente que procura impulsionar o crescimento econômico e o Fed, que tem de evitar superaquecimento da atividade econômica.

“Aproximadamente a metade dos membros incorporou a suposição de uma política fiscal mais expansionista em suas previsões”, mostrou a ata da referindo-se aos 17 membros que participaram.

“Quase todos também indicaram que os riscos para suas previsões sobre o crescimento econômico tinham aumentado”, mostrou a ata.

Vale lembrar que o Fomc, por unanimidade, elevou as taxas de juros no mês passado em 0,25 ponto percentual e os membros sinalizaram ritmo mais rápido de aumentos em 2017 do que o esperado anteriormente.

A ata revelou também que os membros poderiam sinalizar um caminho ainda mais agressivo de aumentos dos juros se as pressões inflacionárias crescerem. “Muitos participantes consideraram que o risco de diminuição considerável da taxa normal de desemprego a longo prazo tinha aumentado um pouco e que o comitê poderia ter de aumentar a taxa de juros mais rapidamente”.

Ainda em dezembro, logo depois de concluída a reunião, a presidente do Fed, Janet Yellen, como demais membros, considerou mexer com as taxas de juros dos Estados Unidos ainda mais três vezes.


Assuntos desta notícia