Clicky

Profitchart Pro 728×90

O empresário em dificuldades financeiras precisa de timing, coragem e dinheiro para não perder as oportunidades de recompor as finanças da empresa, se estabilizar e voltar a ter lucro. Para que isso aconteça, algumas dicas são muito preciosas, principalmente no que tange turnaround e recuperação judicial:

— nunca deixar a situação chegar a um ponto irreversível: assim que detectar que as dívidas estão ficando difíceis de pagar, o melhor a fazer é tomar providências. Quem faz isso pode ter a opção de reestruturar as dívidas antes de pensar numa recuperação judicial, por exemplo;

MetaTrader 300×250

— procurar ajuda especializada e profissional: jamais se deve esconder as dificuldades e tentar apenas “mudar a parede de lugar”, deixando o problema para o futuro. Um especialista pode fazer um diagnóstico da origem da situação, indicar as melhores soluções e ajudá-lo a trilhar esse caminho;

— evitar repactuar dívidas buscando apenas um prazo mais longo de pagamentos, sem fazer a limpeza necessária na empresa e os ajustes devidos e sem ter a certeza de que haverá receita para quitar esse novo parcelamento;

— executar os cortes necessários, usando critérios profissionais, desapegando-se de tradições e decisões de cunho pessoal;

— implantar uma forte governança corporativa e um orçamento base zero, de forma que a transparência desse orçamento faça crescer a possibilidade de bancos e fornecedores se comprometerem a participar com a empresa de um processo de eventual recuperação judicial;

— buscar novos nichos de atuação e novos mercados para diversificar e ter mais alternativas de receita;

— implantar a meritocracia aliada à uma política clara de bônus para incentivar os colaboradores da empresa a inovarem e buscarem novas maneiras de reduzir gastos e aumentar a entrada de recursos.

Com isso, as chances de sucesso do empresário na solução dos problemas financeiros corporativos crescem muito e podem, até, fazê-lo sair de uma situação difícil para uma nova etapa, de crescimento e diversificação de seu negócio.

*Fábio de Aguiar é CEO da XInfinity Consultoria


Assuntos desta notícia