Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

TAIPÉ/PEQUIM, 22 Nov (Reuters) – A Air China
suspendeu indefinidamente voos entre Pequim e a
capital norte-coreana, Pyongyang, citando demanda fraca, uma vez
que a Coreia do Norte enfrenta sanções crescentes dos Estados
Unidos devido a seus programas de armas nucleares e mísseis.
Um funcionário da assessoria de imprensa da companhia em
Pequim disse à Reuters na quarta-feira que os voos foram
suspensos porque "o negócio não era bom". Ele se recusou a
comentar quando os vôos podem ser retomados.
A suspensão da operadora nacional chinesa acontece pouco
depois da visita de um enviado chinês sênior à cidade e também
coincide com a decisão dos EUA de recolocar a Coreia do Norte na
lista de países que patrocinam terrorismo.
Um membro da equipe da companhia em Pyongyang, que não quis
se identificar, disse à Reuters que a Air China pode retomar os
voos sempre que houver demanda suficiente e o escritório irá
operar normalmente, mesmo quando não houver voos agendados entre
Pequim e Pyongyang.
(Por Brenda Goh e Se Young Lee; Reportagem adicional de Ben
Blanchard e Jamie Freed)
((Tradução Redação São Paulo 56447764))
REUTERS NS PF


Assuntos desta notícia