Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Ana Mano
SÃO PAULO, 13 Abr (Reuters) – Uma campanha da gestora de
recursos Aberdeen e dos fundos de pensão Petros e Previ quer que
a BRF adote sistema de voto múltiplo na escolha dos
novos membros do conselho de administração da exportadora de
carne de frango.
A gestora, que detém 5 por cento da BRF, quer que a empresa
de alimentos dona das marcas Sadia e Perdigão, adote o sistema
para permitir votos individuais dos acionistas da empresa em
candidatos ao conselho, em vez de votarem em chapas de
indicados, disse Peter Taylor, um dos diretores da Aberdeen no
país.
A BRF não comentou o assunto.
Previ e Petros, que detêm juntos 22 por cento da BRF, querem
uma mudança no comando da companhia depois que a empresa sofreu
prejuízo de cerca de 1 bilhão de reais em 2017 e se viu
envolvida em nova etapa da operação Carne Fraca, da Polícia
Federal, neste ano.
"A razão pela qual pedimos a adoção do voto múltiplo é para
dar clareza e transparência aos investidores estrangeiros que
enfrentarão prazos de votação nos próximos dias", disse Taylor.
A Aberdeen apoia a lista de candidatos dos fundos, disse
Taylor, acrescentando que espera que o grupo eleja a maior parte
dos membros do conselho da BRF na assembleia marcada para 26 de
abril.
((Edição Redação São Paulo, 55 11 56447753))
REUTERS AAJ


Assuntos desta notícia

Join the Conversation