Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Com base nos dados disponíveis (fonte ANBIMA/CVM) na plataforma de análise, a Economatica gerou relatório de desempenho dos fundos de investimentos referenciados à taxa do CDI nos últimos quatro anos.

Para a elaboração do relatório foram consideradas as seguintes condições:
– Fundos com data de início anterior à 31/12/2013;
– Classificados como Renda Fixa, não sendo fundo cadastrado como crédito privado e tendo como índice de referência o CDI e volatilidade menor do que 0,20% a.a.;
– Fundos não exclusivos, com uma média de patrimônio maior que R$ 100 milhões e mais de 100 cotistas entre janeiro de 2014 e dezembro 2017.

MetaTrader 300×250

Rentabilidade vs Taxa de Administração

Fundos referenciados ao CDI são considerados os fundos mais conservadores da indústria de fundos e vêm perdendo atratividade dentro do cenário de queda da taxa de juros.

Todos os fundos possuem uma taxa de administração para gerir o dinheiro dos investidores e as taxas continuam no mesmo patamar dos últimos anos, enquanto a rentabilidade dos fundos cai na mesma proporção que os juros do Brasil.

Exemplo: 1% de administração para uma taxa de 14% ao ano é menor que a mesma taxa de administração de 1% para uma taxa de 7% ao ano, fazendo assim com que estes fundos fiquem mais “caros” aos olhos dos investidores.

A taxa Selic é considerada como referencial para o CDI.

No estudo foram listados 188 fundos que atendem às condições descritas acima.

Ao comparar a rentabilidade indexada ao CDI (em % do CDI) destes fundos nos últimos quatro anos (2014 – 2017). Pode se observar que entre janeiro de 2014 e fevereiro de 2017 na média os fundos rentabilizaram próximo de 90% do CDI. Depois dessa data o prêmio da amostra na média vem caindo.

Fundos com taxa de administração acima de 2%

Já se compararmos fundos com taxa de administração máxima registrada na Anbima superior ou igual a 2% a.a. é de se esperar que a rentabilidade seja ainda mais prejudicada. Na amostra sobram 44 fundos que atendem ao critério de taxa igual ou superior a 2% a.a.

No gráfico de ilustração pode se identificar que a média da rentabilidade destes fundos atingiu 55% do CDI, enquanto a linha do mínimo atingiu 18% do CDI em dezembro de 2017.

“Devemos lembrar que os fundos desta categoria são afetados pelo Come-Cotas, nome dado à antecipação do recolhimento do Imposto de Renda. Essa forma de tributação tem esse nome pelo motivo de deduzir semestralmente cotas dos fundos, em alíquotas de 20% a 15%. O come-cotas é devido para todos os investimentos que aplicam em fundos de curto ou longo prazo, como no caso, os referenciados DI. Além do pagamento do Imposto de Renda no eventual resgate”, diz a Economatica.


Assuntos desta notícia