Clicky

Chart Trading 728×90

O dólar comercial fechou em queda nesta terça-feira, com a China apresentando indicadores positivos e também aos esforços dos países produtores de petróleo em cortar a produção com o objetivo de reforçar os preços.

Ao final, no interbancário, a moeda ficou cotada aos R$3, 260 para a compra e R$3,262 para a venda, queda de 0,59%.

Profitchart Pro 300×250

“O movimento da moeda hoje pode ser atribuído a cinco fatores. O primeiro foi um ajuste ainda relacionado ao movimento da última sessão de 2016, que acabou refletindo no comportamento da divisa  na sessão desta segunda-feira (02). O segundo foram os dados do PMI da China, apresentados hoje, mostrando que a economia por lá segue robusta. Em um terceiro momento, os dados da inflação na Alemanha também representaram, inclusive puxando os mercados europeus. As decisões do Kuwait e de Omã nos cortes da produções de petróleo dentro do acordo proposto pela Opep foi o fator de impacto no comportamento do dólar pela manhã. E, finalmente, a Ford cancelando o investimento de US$1,6 bilhão na fábrica do México e a permanência em Detroit (EUA), que na visão do mercado poderá despertar o interesse pelo Brasil”, considerou o operador de câmbio da HCommcor, Cleber Alessie.

O euro fechou aos R$3,393 para a compra e R$3,395 para a venda, queda de 1,24%.

O Banco Centrtal do Brasil não fez nenhuma entrada nesta sessão. A última aconteceu em dezembro do ano passado.


Assuntos desta notícia