Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

O dólar comercial, que abriu com ganhos, acabou perdendo o fôlego durante o pregão desta terça-feira na BM&F.

Ao final, no interbancário, a moeda fechou cotada aos R$3,105 para a compra e R$3, 106 para a venda, queda de 0,45%

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250
 O euro ficou em R$ 3, 386 para a compra e R$3,391 para a venda, queda de 0,26%.
O euro era cotado a US$ 1,0859 às 15h GMT (13h de Brasília) desta terça-feira no mercado de divisas de Frankfurt, abaixo do valor da sessão de ontem no mesmo horário, que foi de US$ 1,0884.
Em Frankfurt, o Banco Central Europeu (BCE) fixou o câmbio oficial do euro em US$ 1,0872.O euro era cotado a US$ 1,0859 às 15h GMT (13h de Brasília) desta terça-feira no mercado de divisas, abaixo do valor da sessão de ontem no mesmo horário, que foi de US$ 1,0884. Por sua vez, o Banco Central Europeu (BCE) fixou o câmbio oficial do euro em US$ 1,0872
“O dólar bem que ensaiou uma alta, mas acabou voltando. Acredito que esse comportamento deverá permanecer até o fim do prazo que a Receita determinou para a regularização dos recursos no exterior [31 de outubro]. Esta foi a 4ª queda e com a moeda quase voltando para os R$3,09 ou mais. Por outro lado, o Banco Central já anunciou que não vai realizar os leilões de swap nas primeiras semanas de novembro. O que se percebe é a moeda completamente descolada do cenário externo”, pontuou o operador de câmbio da Intercam, Glauber Romano.

O Banco Central ofertou 5.000 contratos de swap cambial reverso. Todos os contratos foram vendidos.


Assuntos desta notícia