Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

O dólar comercial voltou para terreno negativo nesta quarta-feira, com os ajustes e na esteira dos acontecimentos programados para o fim deste mês, com o julgamento do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, e para a primeira quinzena de fevereiro, com as discussões retomadas sobre a reforma da Previdência. No cenário externo, a moeda segue perdendo força.

Ao final, no interbancário, a moeda fechou cotada a R$3,227 para a compra e R$3,228 para a venda, queda de 0,56%.

MetaTrader 300×250

O euro ficou em R$3,863 para a compra e R$3,867 para a venda, queda de 0,26%.

A libra ficou em R$4,370 para a compra e R$4,372 para a venda, queda de 0,57%.

No cenário norte-americano, o índice DXY estava em queda na influência de uma informação de que a China estaria considerando retardar ou interromper as compras de Títulos do Tesouro dos Estados Unidos.

O DXY, que mede a moeda com mais outras seis, estava em queda de 0,14% a 92,41, mas recuperando as perdas e elevando as baixas da sessão.

O WSJ, que amplia o comparativo com outras 16, estava em queda de 0,23% a 85,80.

O dólar diminuiu contra o iene em 1,11% última compra ¥ 111,49, comparado com ¥ 112,65 no final de terça-feira em Nova York.

O euro estava em alta de 0,10% negociado em US $ 1,1961, ainda acima de US $ 1,1937 no dia anterior.

A libra estava em queda de 0,22% foi pouco alterada em US $ 1,3513, em comparação com US $ 1,3539.

Fluxo Cambial

O fluxo cambial ficou negativo na primeira semana de janeiro (02 a 05) em US$71 milhões. Do lado financeiro, a entrada líquida na semana foi de US$547 milhões, sendo que US$7,749 bilhões e envios no total de US$7,202 bilhões.

No lado comercial, o saldo na semana foi negativo em US$618 milhões, com importações em US$2,107 bilhões e exportações em US$1,489 bilhão. Os dados são do Banco Central do Brasil.


Assuntos desta notícia