Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

MOSCOU, 19 Jan (Reuters) – Uma decisão sobre um acordo
global em vigor que prevê cortes de produção de petróleo pode
ser tomada entre maio e junho, uma vez que se torne claro quão
sustentável é a tendência atual no mercado de petróleo, afirmou
o vice-primeiro ministro russo, Arkady Dvorkovich, segundo a
agência de notícias RIA.
A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e
outros país produtores liderados pela Rússia concordaram em
estender as restrições de produção de petróleo até o fim deste
ano para reduzir os estoques e impulsionar os preços da
commodity.
A Opep examinará o andamento do acordo em sua próxima
reunião ordinária de junho. Os preços subiram um terço desde o
início de 2017, ajudados pelo acordo para reduzir a produção.
"A decisão sobre o acordo da Opep será feita uma vez que a
informação sobre a sustentabilidade da tendência for entendida.
É prematuro falar sobre isso", disse Dvorkovich, acrescentando
que uma decisão seria tomada no final da primavera ou no início
do verão sobre o que fazer a seguir .
O ministro da Energia, Alexander Novak, afirmou que pode
discutir neste fim de semana com ministros dos produtores da
Opep e países aliados questões sobre como poderia ser
viabilizada uma saída suave do acordo de produção.
(Por Jack Stubbs)
((Tradução Redação Rio de Janeiro, 5521 2223-7104))
REUTERS MN LC


Assuntos desta notícia