Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

BRASÍLIA (Reuters) – O comércio do Brasil iniciou o ano com a confiança em alta, indo ao maior nível desde julho de 2014, diante de uma visão mais positiva sobre o quadro atual do país, mostrou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) do Brasil registrou alta de 0,2 ponto em janeiro, a 95,1 pontos.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

"A alta do Icom em janeiro foi influenciada pela melhora dos indicadores que medem a satisfação com a situação atual, que vem sendo sustentada por fatores como a inflação baixa, recuperação gradual do mercado de trabalho e evolução da confiança dos consumidores", explicou o coordenador da Sondagem do Comércio da FGV IBRE, Rodolpho Tobler, em nota.

O resultado teve como principal influência o Índice da Situação Atual (ISA-COM), que subiu 2,4 pontos, a 88,0 pontos em janeiro. Em contrapartida, o Índice de Expectativas (IE-COM) caiu 2,0 pontos no mês, para 102,4 pontos.

"A queda pontual das expectativas sugere ainda certa cautela em relação aos meses seguintes, mostrando que a recuperação ainda deve continuar ocorrendo de maneira gradual neste primeiro trimestre", ponderou Tobler.

Nesta quinta-feira, a FGV informou também que a confiança do consumidor brasileiro começou 2018 em alta, marcando em janeiro o quinto mês consecutivo de crescimento em meio à recuperação da economia.

(Por Marcela Ayres)
OLBRTOPNEWS Reuters Brazil Online Report Top News 20180125T104542+0000


Assuntos desta notícia