Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

BRUXELAS, 6 Dez (Reuters) – A Comissão Europeia propôs nesta
quarta-feira criar um fundo monetário da zona do euro para
ajudar os países a lidar com crises econômicas, apoiar o
investimento e dar incentivos em dinheiro para reformas
estruturais para países da UE que querem se juntar à zona de
moeda única.
O pacote da Comissão, que será discutido por todos os
líderes da União Europeia em 15 de dezembro, exceto os do Reino
Unido, pretende unir a UE em torno da moeda única após o
crescimento do sentimento anti-UE em toda a Europa e a saída
britânica do bloco em 2019.
"As medidas vão apoiar os Estados membros para tornar suas
economias mais resiliente e estáveis e reforçar a nossa
capacidade de gestão de crises", afirmou o vice-presidente da
Comissão, Valdis Dombrovskis, em entrevista coletiva.
"Para prosperar, a zona do euro tem que ser aberta e
inclusiva. Devemos apoiar, por todos os meios, os esforços dos
países da UE que desejam realizar uma jornada para se juntar ao
euro, para garantir que eles possam estar totalmente prontos
para prosperar dentro da nossa união monetária", disse ele.
A Comissão também propôs criar o cargo de ministro europeu
para Economia e Finanças e transformar o fundo de resgate do
governo da zona do euro em uma instituição da UE, supervisionada
pelo Parlamento europeu.
(Por Jan Strupczewski e Francesco Guarascio)
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7509))
REUTERS TF CMO


Assuntos desta notícia

Join the Conversation