Clicky

MetaTrader 728×90

MANIZALES, 7 Dez (Reuters) – A Colômbia planeja aumentar a
produção de café para 18 milhões de sacas de 60 kg no ano, por
meio da renovação de plantações e da substituição de cultivos
ilícitos por grãos em áreas
afetadas até recentemente pelo conflito armado, disse o
presidente, Juan Manuel Santos, nesta quinta-feira.
O aumento da safra equivale a quase 29 por cento na
comparação com a safra esperada para este ano, de cerca de 14
milhões de sacas.
Santos apontou que o governo financiará a renovação de 10
mil hectares de cafezais por ano até 2014, ao mesmo tempo em que
buscará, juntamente à Federação Nacional de Cafeeiros, que
centenas de famílias substituam lavouras de coca pelo cultivo de
café.
"Com esses programas se aumentará a área cultivada para
adicionar 1 milhão de sacas à produção cafeeira do país, somados
aos 3 milhões por meio da renovação que mencionei antes, a
Colômbia produzirá 18 milhões de sacas de café", explicou o
presidente durante o encerramento do congresso anual de café.
O governo de Santos firmou há pouco mais de um ano um acordo
de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc),
que inclui investimentos estatais durante o pós-conflito em
temas agrícolas e planos de substituição de cultivos ilícitos,
além da participação política de ex-guerrilheiros.
(Por Carlos Vargas)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS LM MPP


Assuntos desta notícia

Join the Conversation