Clicky

mm bolsa 728

Os financiamentos de veículos no Brasil somaram 376.535 unidades em maio, encerrando o mês com queda de 13,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Desse total, entre autos leves, motos e pesados, foram financiados 145.498 veículos novos e 231.037 usados.

O levantamento divulgado nesta segunda-feira é da Unidade de Financiamentos da Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. O SNG impede que o processo de financiamento de veículos seja suscetível a fraudes sistêmicas.

300×250 4 reais

Apesar da queda, os veículos usados apresentaram melhor desempenho em relação aos novos. Em maio, foram financiados 231.037 unidades usadas, baixa de 3,7% na comparação com o mesmo período de 2015. Já as vendas a crédito de novos totalizaram 145.498 unidades, recuo de 25,7% na mesma base de comparação.

No acumulado do ano, o menor recuo dos usados, em relação aos novos, também é percebido. De janeiro a maio, foram financiados 1.139.024 veículos usados, volume 8,7% inferior na comparação com o mesmo período do ano passado. Na mesma base de comparação, os novos somaram 729.866 unidades, queda de 28,4%.

A queda menos acentuada dos usados é percebida em todas as categorias de veículos. Os
financiamentos de automóveis leves novos somaram 86.222 unidades em maio, baixa de 25,6% em relação ao mesmo período de 2015. Já os usados totalizaram 212.696 unidades, queda de 3,2% na mesma base de comparação.

Em maio, a única faixa etária entre os autos leves que apresentou crescimento foi a de 9 a 12 anos de uso, que tiveram alta de 14,4% em relação ao mesmo período de 2015, enquanto os automóveis leves zero quilômetro recuaram 25,6% na mesma base de comparação.

Entre as modalidades de financiamento, o CDC apresentou queda de 14% no comparativo entre maio 2015 e 2016, ao somar 297,8 mil financiamentos por meio desta modalidade. No acumulado dos primeiros cinco meses a baixa foi de 19% neste modelo de venda a crédito, com 1,489 milhão de operações. Os dados levam em consideração financiamentos de autos leves, motos e pesados.

O prazo médio de financiamento de veículos novos e usados caiu de 40,7 meses para 40,2
nos primeiros cinco meses do ano, em relação ao mesmo período de 2015. Comparando
somente o mês de maio, o prazo passou de 40,7 para 40,4 meses.


Assuntos desta notícia