Clicky

MetaTrader 728×90

SÃO PAULO, 20 Mai (Reuters) – A estatal paulista de energia
Cesp conseguiu derrubar uma liminar que suspendia a renovação da
concessão de sua hidrelétrica Porto Primavera, processo visto
como crucial para atrair investidores para a privatização da
companhia, que o governo de São Paulo quer realizar neste ano.
A liminar, concedida no final de abril, obrigava a
realização de uma sessão presencial de discussão sobre a
prorrogação do contrato da usina em Rosana, município no
interior paulista sede do empreendimento.
Mas o Tribunal Regional Federal da 3ª Região acolheu os
argumentos da Cesp de que a exigência poderia atrapalhar o
cronograma estabelecido para a privatização e prejudicar os
planos do governo paulista de arrecadar com o negócio.
A Cesp aguarda a conclusão do processo sobre o novo contrato
de sua usina na Agencia Nacional de Energia Elétrica (Aneel),
prevista para as próximas semanas, para publicar o edital da
privatização.
Antes da liminar, a expectativa do governo paulista era
publicar o edital no início de maio.

(Por Luciano Costa; Edição de Iuri Dantas)
(([email protected]; +55 11 5644-7757; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia