Clicky

Chart Trading 728×90

SYDNEY, 15 Set (Reuters) – O presidente executivo da
Fortescue Metals Group , Neville Power, anunciou que
deixará o cargo em fevereiro, em um movimento voluntário, mas
surpreendente, que derrubou as ações da empresa, quarta maior
produtora de minério de ferro do mundo, que tem buscado
diversificar a atuação para além da mineração.
As ações da companhia fecharam com queda de 4 por cento, a
5,81 dólares australianos, menor nível em quase um mês. A saída
de Power após mais de seis anos no cargo foi anunciada poucas
semanas após o executivo de 59 anos levar a companhia a pagar
dividendos recordes, após dobrar os lucros anuais.
O anúncio, visto como "uma grande perda para a Fortescue",
segundo a Macquarie Securities, surge em um ponto de inflexão
para a mineradora avaliada em 14 bilhões de dólares.
O presidente do conselho de administração e fundador da
companhia, Andrew Forrest, disse a jornalistas nesta sexta-feira
que a Fortescue agora busca se movimentar para outros negócios,
ainda não revelados.
A empresa não definiu um sucessor para Power e nem disse
ainda quando haverá uma nomeação.
O diretor financeiro da empresa, Greg Lilleyman, que chegou
à companhia em janeiro, vindo da rival Rio Tinto, é visto como
um potencial sucessor.
Power disse ao sair que irá inicialmente focar seu tempo em
seus negócios particulares, além de trabalhar na fazenda de sua
família.
(Por James Regan)
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7519))
REUTERS LC GM


Assuntos desta notícia

Join the Conversation