Clicky

CCJ rejeita a denúncia contra Temer

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

A B3 (nova de nominação da Bovespa) conseguiu manter alta de 0,53% ontem, incorporando o quarto pregão seguido de valorização e conseguindo passar de 56000 pontos, em 65178 pontos. O mercado americano registrou leve alta.

Hoje mercados encerraram em alta na Ásia, Europa operando com comportamento misto, mas já saindo das mínimas do dia e futuros do mercado americano praticamente estável, mas com viés negativo. No Brasil, caso consiga firmar patamar acima de 65150 pontos, o índice poderia tentar novo patamar ao redor de 66200 pontos.

MetaTrader 300×250

Dentro das notícias melhores que marcaram a semana, o Congresso aprovou a LDO 2018 (orçamento 2018) e houve consenso para empurrar a votação da denúncia de Temer em plenário para o próximo dia 02 de agosto. Isso depois de a CCJ rejeitar a denúncia. Com isso, o governo ganha tempo para seduzir parlamentares, mas também corre o risco de delações (Cunha e Funaro) e de nova denúncia. De qualquer forma, o recesso parlamentar tenta suavizar a crise política que segue grave.

Durante a madrugada na China, os gastos fiscais de junho mostraram crescimento anualizado de 19,1% e no Japão a produção industrial de maio encolheu 3,6%, ao mesmo tempo em que o governo do primeiro ministro, Shinzo Abe, atingiu o mais baixo nível histórico em 29,9%. Na zona do euro, o superávit da balança comercial de maio atingiu 21,4 bilhões de euros e nos EUA o déficit orçamentário de junho ficou em US$ 90 bilhões, situação que Yellen do FED vem dando como insustentável.

Na sequência dos mercados no exterior, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,80%, com o barril cotado a US$ 46,45. O euro era transacionado em alta para US$ 1,142 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 2,34%. O ouro em alta na Comex e a prata em queda e commodities agrícolas em alta na bolsa de Chicago.

Voltando ao cenário local, o FMI elevou a estimativa do PIB de 2017 para +0,3% (anterior em +0,2%) e projeta que o Brasil só fará superávit primário em 2022. Diz que sem reformas o Brasil pode sofrer nova onda de rebaixamento em sua nota soberana e a dívida bruta vai atingir 92,4% do PIB em 2022. Caso não tenha reformas, a divida chegará a 98,3% já em 2019. Com relação à reforma trabalhista, o governo descartou a volta da contribuição sindical obrigatória por via de MP.

Na sequência dos mercados, os DIs começaram o dia em queda de juros para os principais vencimentos e o dólar em leve queda de 0,11%, cotado a R$ 3,206. Na B3, o dia começando com leve queda de 0,13% no índice Futuro, mas mercados melhorando no exterior e o petróleo podem ajudar em mais um dia de alta.

Bom dia e bons negócios.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia