Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

LONDRES, 22 Jan (Reuters) – Uma carga de soja dos Estados
Unidos enviada à China tornou-se o primeiro carregamento
agrícola totalmente realizado via mecanismo de "blockchain",
disseram operadores nesta segunda-feira.
Louis Dreyfus, Shandong Bohi Industry, ING, Societe Generale
e ABN Amro participaram da transação na qual o contrato de
venda, a carta de crédito e os certificados foram digitalizados
na plataforma Easy Trading Connect (ETC).
"Percebemos ganhos de eficiência muito significativos…
muito além do que esperávamos", disse Robert Serpollet, chefe
global de operações comerciais da Louis Dreyfus, acrescentando
que o tempo gasto no processamento de documentos e dados foi
reduzido em cinco vezes.
O blockchain, que surgiu pela primeira vez como um sistema
subjacente à criptomoeda bitcoin, é um registro distribuído de
transações mantido por uma rede de computadores na internet.
A tecnologia blockchain já foi usada com sucesso para a
realização de negócios em outros mercados, como o de petróleo.
A transação envolveu a participação dos usuários na
plataforma baseada em blockchain por equipes da Louis Dreyfus do
lado vendedor e Bohi como comprador, com bancos emitindo e
confirmando a carta de crédito.
Russell Marine Group e Blue Water Shipping também
participaram do processo, emitido todos os certificados
exigidos. O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) ainda
forneceu informações sobre como incluir certificados
fitossanitários no processo.
(Por Nigel Hunt)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS JRG LC


Assuntos desta notícia