Clicky

MetaTrader 728×90

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 11 Out (Reuters) – O dólar fechou em baixa ante o
real nesta quarta-feira, depois que a ata do Federal Reserve,
banco central dos Estados Unidos, não ter impactado as apostas
de que os juros da maior economia do mundo serão elevados
novamente em dezembro.
O dólar recuou 0,43 por cento, a 3,1700 reais na
venda, após bater 3,1603 reais na mínima do dia. O dólar futuro
caía cerca de 0,30 por cento no final da tarde.
"O mercado esperava… um esclarecimento adicional (do Fed)
e isso acabou não acontecendo", afirmou o gerente de tesouraria
do Banco Confidence, Felipe Pellegrini.
Na ata, muitos membros do Fed ainda sentiam que outra alta
dos juros neste ano "deve ser justificada", ao mesmo tempo que o
documento também mostrou que continuaram otimistas em relação ao
impacto econômico dos furacões recentes.
Depois da divulgação da ata, os juros futuros
norte-americanos continuaram precificando cerca de 90 por cento
de chance de nova alta de juros em dezembro, segundo a
ferramenta FedWatch do CME Group.
Juros mais altos nos Estados Unidos tendem a trair para lá
recursos hoje aplicados em outras praças financeiras, como a
brasileiro.
"A ata do Fed não podia realmente adicionar muito à
perspectiva para os juros, uma vez que mostra que a maioria dos
membros do Fed espera elevação antes do final do ano", afirmou o
economista-chefe da gestora CIBC, Avery Shenfeld, em nota.
No exterior, o dólar manteve-se em baixa ante uma cesta de
moedas e ante divisas de países emergentes como o rand
sul-africano e os pesos chileno e mexicano .
Internamente, os investidores seguiram monitorando o cenário
político, um dia depois de o deputado Bonifácio de Andrada
(PSDB-MG) ter apresentado parecer pela rejeição das acusações
contra o presidente Michel Temer por crimes de organização
criminosa e obstrução de investigações.

(Edição de Patrícia Duarte e Camila Moreira)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia