Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

BRASÍLIA, 5 Dez (Reuters) – O plenário da Câmara dos
Deputados rejeitou nesta terça-feira os primeiros quatro de 12
destaques em votação, apresentados ao texto de conversão em lei
da medida provisória que cria um regime tributário especial
adicional para as atividades de exploração, desenvolvimento e
produção de petróleo e gás.
Entre os destaques rejeitados estava o do PDT, que tirava da
lei a dedução da base de cálculo do Imposto de Renda e da
Contribuição Social para o Lucro Líquido (CSLL) das despesas com
atividades de exploração e produção.
Segundo o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro
(PP-PB), há acordo para derrubar, simbolicamente, a maior parte
dos destaques restantes, deixando apenas dois para a votação
nominal.

(Reportagem de Leonardo Goy; Edição de Alexandre Caverni)
(([email protected]; 55-11-56447702; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation