Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

SÃO PAULO, 29 Nov (Reuters) – A Câmara dos Deputados
concluiu na noite de terça-feira a aprovação do projeto de lei
que cria a Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio) e o
texto será agora encaminhado para análise do Senado.
O texto aprovado pelos deputados prevê metas compulsórias
anuais de redução de emissões de gases causadores do efeito
estufa para a comercialização de combustíveis, assim como metas
de uso de biocombustíveis e negociações de créditos de
descarbonização (CBios), semelhante ao modelo utilizado nos
Estados Unidos.
De acordo com a Agência Câmara Notícias, as metas
compulsórias de aproveitamento de biocombustíveis entrarão em
vigor 180 dias após a publicação da futura lei e as de redução
de gases do efeito estufa 18 meses após essas primeiras metas.
Para entidades do setor, caso da a União da Indústria de
Cana-de-açúcar (Unica), o projeto permite essa retomada sem a
dependência de subsídios do governo ou de renúncia fiscal, além
de ajudar o país a cumprir suas metas de "descarbonização"
assumidas no Acordo de Paris, principalmente para a redução da
emissão de gases de efeito estufa no transporte veicular.

(Por Eduardo Simões; Edição de Camila Moreira)
(([email protected]; 55 11 5644 7759; Reuters
Messaging: [email protected]))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia