Clicky

MetaTrader 728×90

NOVA YORK, 7 Mai (Reuters) – Os contratos futuros do café
arábica na ICE tiveram sua maior queda diária em três semanas,
pressionados pela fraqueza da moeda do Brasil ante o
dólar, disseram operadores, enquanto os futuros do açúcar bruto
também recuaram.
O contrato julho do café arábica encerrou em baixa de
1,85 centavo de dólar, ou 1,5 por cento, a 1,2075 dólar por
libra-peso, sua performance diária mais fraca desde 16 de abril.
Outro fator baixista para os preços do arábica, além do real
brasileiro fraco, é o tempo seco no Brasil, maior produtor
mundial, que favorece o amadurecimento e a colheita da grande
safra do país, informaram operadores.
Já o açúcar bruto para julho caiu 0,19 centavo de
dólar, ou 1,7 por cento, a 11,32 centavos de dólar por
libra-peso.
Os preços pairaram acima da mínima de dois anos e meio da
semana passada, em negociações modestas com muitos
representantes da indústria longe de suas mesas, já que se
encontram em Nova York para a Semana do Açúcar.
A baixa do real brasileiro também pressionou os preços do
açúcar, assim como o grande excesso de oferta global.
Os mercados de café robusta e açúcar branco, negociados em
Londres, estavam fechados por conta de um feriado e abrirão na
terça-feira.
(Por Marcy Nicholson)
((Tradução Redação São Paulo, +5511 5644 7721))
REUTERS IM RS


Assuntos desta notícia