Clicky

MetaTrader 728×90

Por Danilo Masoni e Julien Ponthus
MILÃO/LONDRES, 3 Mai (Reuters) – Os mercados acionários
europeus recuaram nesta quinta-feira, depois de uma sessão
repleta de resultados corporativos e com preocupações sobre as
tensões comerciais globais pesando sobre Wall Street.
O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,7 por cento, a
1.509 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600
perdeu 0,73 por cento, a 385 pontos, após máximas de três meses.
"Os mercados acionários globais estão em queda na esteira de
uma abertura fraca nos Estados Unidos hoje, com temores sobre o
comércio e o fortalecimento do dólar pesando", disse Joshua
Mahony, analista de mercado do IG.
O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, chegou a Pequim
para negociar tarifas, mas com a mídia estatal dizendo que a
China resistirá aos EUA, um avanço é visto como improvável,
especialmente porque a delegação deve partir já na noite de
sexta-feira.
Fora de um sentimento negativo geral do mercado, uma série
de resultados decepcionantes também pressionou as ações
europeias.
A Smith & Nephew perdeu 7 por cento depois que a
fabricante de produtos para saúde reduziu sua previsão de
crescimento de receita para o ano, após alguns mercados
enfraquecerem e com uma desaceleração em seus negócios de
bioativos.
O belga Bpost caiu 13 por cento, liderando entre
as perdas no STOXX ao ficar aquém das expectativas, e o grupo de
mídia norueguês Schibsted recuou 5,3 por cento já que
os resultados decepcionaram.
A Adidas teve queda de 6,8 por cento depois que a
empresa alemã de roupas esportivas registrou um crescimento nas
vendas ligeiramente aquém do estimado por analistas.
Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,54 por
cento, a 7.502 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,88 por cento, a
12.690 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,50 por cento, a
5.501 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de
0,83 por cento, a 24.064 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,50
por cento, a 1.038 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,21 por
cento, a 5.486 pontos.

(Por Danilo Masoni e Julien Ponthus)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CMO

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia