Clicky

MetaTrader 728×90

Por Danilo Masoni e Helen Reid
MILÃO/LONDRES, 14 Jun (Reuters) – Os mercados acionários
europeus subiram nesta quinta-feira depois que o Banco Central
Europeu (BCE) afirmou que os juros permanecerão em mínimas
recordes pelo menos até o terceiro trimestre de 2019 ao anunciar
o fim de plano de estímulo.
O índice FTSEurofirst 300 subiu 1,25 por cento, a
1.536 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600
ganhou 1,23 por cento, a 393 pontos.
Os principais índices acionários em toda a Europa tiveram
seu melhor dia em 2 meses e meio ao se beneficiaram tanto de um
euro mais fraco como da surpreendente prorrogação da taxa de
juro mais baixa.
Edmund Shing, chefe de derivativos de ações do BNP Paribas,
disse que os juros baixos por mais tempo foram um benefício para
as ações, pois garantiu que a liquidez permanecesse forte.
"Um dos principais fatores para os ativos de risco tem sido
e continua a ser a liquidez. Quanto mais adiarem a alta dos
juros, por mais tempo a liquidez permanecerá aceitável."
Setores sensíveis à taxa de juros como veículos e serviços
públicos subiram, enquanto as ações bancárias da zona do euro
, que sofrem com juros baixos, caíram 0,2 por cento.
O alemão Commerzbank , o espanhol Bankia ,
e o italiano Unicredit foram os que mais perderam.
"Quanto mais rápido a taxa de depósito voltar a 0, melhor
para a lucratividade dos bancos", disse o BNP Paribas.
Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,81
por cento, a 7.765 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,68 por cento, a
13.107 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,39 por cento, a
5.528 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de
1,22 por cento, a 22.486 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,59
por cento, a 9.957 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,10 por
cento, a 5.677 pontos.

(Por Danilo Masoni e Helen Reid)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CMO

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation