Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

XANGAI, 10 Mai (Reuters) – Os mercados acionários da China
avançaram nesta quinta-feira, depois que dados mostraram que a
demanda industrial chinesa continua forte, apesar da
intensificação das tensões comerciais com os Estados Unidos.
O índice CSI300 , que reúne as maiores companhias
listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,57 por cento, enquanto
o índice de Xangai teve alta de 0,51 por cento.
A inflação ao produtor da China acelerou pela primeira vez
em sete meses em abril, impulsionada pelo aumento das
commodities. Entretanto, a inflação ao consumidor recuou em
relação ao mês anterior, conforme os preços de alimentos
aumentaram a um ritmo mais lento.
No restante da região, o setor de energia liderou a alta,
conforme os preços do petróleo subiam depois da decisão do
presidente dos EUA, Donald Trump, de deixar o acordo nuclear do
Irã.
O índice MSCI , que reúne ações da região
Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,39 por cento
às 7:30 (horário de Brasília).
As ações de energia subiam com os preços do petróleo
alcançando a máxima de três anos e meio, em meio às apostas dos
investidores de que a saída dos EUA do acordo aumentará a tensão
no Oriente Médio e reduzirá a oferta de petróleo.
. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,39 por cento,
a 22.497 pontos.
. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,89 por
cento, a 30.809 pontos.
. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,51 por cento, a
3.175 pontos.
. O índice CSI300 , que reúne as maiores companhias
listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,57 por cento, a 3.893
pontos.
. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,83
por cento, a 2.464 pontos.
. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,53
por cento, a 10.760 pontos.
. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES
desvalorizou-se 0,31 por cento, a 3.537 pontos.
. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,18 por
cento, a 6.118 pontos.

((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CMO

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia