Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

XANGAI/PEQUIM, 11 Out (Reuters) – A montadora de luxo alemã
BMW está buscando formar uma joint venture com a Great
Wall Motor na China, a qual poderia se concentrar em
veículos elétricos, disseram duas fontes familiarizadas com o
assunto nesta quarta-feira.
Um empreendimento com a Great Wall, cujas ações cotadas em
Hong Kong saltaram 20 por cento com as notícias, seria o segundo
da BMW no maior mercado de automóveis do mundo, onde as
montadoras estrangeiras precisam fazer parceria com empresas
locais para atuar.
"Estamos em discussões com a Grande Muralha sobre a criação
de uma joint venture para produzir carros em Changshu", disse um
executivo da BMW, falando em condição de anonimato por não estar
autorizado a revelar as conversas.
Outra pessoa familiarizada com o assunto disse que a nova
joint venture não trabalharia com carros movidos a gasolina ou
diesel, indicando um provável foco em veículos elétricos.
As vendas da BMW na China cresceram 11,3 por cento no ano
passado. É a segunda maior marca do país depois da Audi, da
Volkswagen . A BMW está tentando se manter à frente
da terceira posição, mantida pela Mercedes-Benz, unidade da
Daimler , que registrou crescimento de 26,6 por cento
nas vendas chinesas em 2016, graças a uma nova linha de modelos.
Outras montadoras anunciaram recentemente uma série de
investimentos e parcerias na China. Tesla , Ford Motor
, Daimler e General Motors estão entre as que já
anunciaram planos para desenvolver veículos elétricos na China.
(Por Adam Jourdan e Norihiko Shirouzu)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447553))
REUTERS TH ASF


Assuntos desta notícia