Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

BRASÍLIA, 17 Mai (Reuters) – O Banco Central divulgou nesta
quinta-feira que coordenará um grupo de trabalho para definir os
requisitos para a criação de pagamentos instantâneos no país,
abrindo a porta para que operações ocorram em qualquer hora do
dia e em todos os dias do ano.
O grupo, formado por mais de 90 instituições, terá até
novembro para concluir os trabalhos, sendo que em agosto
entregará um documento detalhando os passos fundamentais para a
criação desse sistema.
Dele participam bancos, associações representativas,
instituidores de arranjos de pagamento, instituições de
pagamento, cooperativas, entidades governamentais,
infraestruturas do mercado financeiro, fintechs, marketplaces,
consultorias e escritórios de advocacia, informou o BC em nota.
"Trabalhamos com a hipótese de o celular do cliente ser a
única informação necessária para iniciar o pagamento, o que
viabilizaria a transferência de recursos com apenas um toque no
celular", afirmou o chefe do Departamento de Operações Bancárias
e de Sistema de Pagamentos do BC, Flávio Tulio Vilela.
"Também é imaginável que a leitura de um QR Code permita a
transferência interbancária de recursos da conta do pagador
diretamente para a conta do estabelecimento", acrescentou.
O BC espera que o próprio mercado desenvolva soluções nas
diversas camadas, mas é possível que assuma papel mais ativo na
definição de regras e provimento da infraestrutura.

(Por Marcela Ayres; Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]; 5561-3426-7021; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation