Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por David Milliken e William Schomberg
LONDRES, 10 Mai (Reuters) – O banco central britânico
decidiu manter a taxa de juros e disse que o crescimento fraco
no início de 2018 deve ter sido apenas temporário, mas que quer
ver uma aceleração nos próximos meses antes de elevar os custos
de empréstimos.
Em um forte contraste às expectativas de alta dos juros há
apenas algumas semanas, o Banco da Inglaterra disse que seus
nove membros votaram por 7 a 2 pela manutenção dos juros em 0,5
por cento.
Isso ficou em linha com a expectativa em pesquisa da Reuters
junto a economistas.
A economia do Reino Unido cresceu mais lentamente do que a
de outros países no ano passado após o salto na inflação
provocado pelo Brexit ter afetado o poder de gastos do
consumidor e algumas empresas terem adiado investimentos de
longo prazo.
O crescimento desacelerou com ainda mais força no primeiro
trimestre de 2018 devido à combinação de neve atípica e
problemas advindos da saída iminente do Reino Unido da União
Europeia. Pesquisas sugerem pouca recuperação no mês passado.
O Banco da Inglaterra disse na quinta-feira que o
crescimento no início de 2018 provavelmente foi mais forte do
que o inicialmente imaginado, mas que a maioria das autoridades
quer esperar para ter certeza.
"A recente fraqueza nos dados para o primeiro trimestre foi
consistente com um trajetória lenta temporária, com poucas
implicações para …o cenário da economia britânica", disse a
maioria dos membros do Comitê de Política Monetária.
"Há valor em ver como os dados se desenvolvem nos próximos
meses, para discernir se a fraqueza no primeiro trimestre pode
persisitir", completaram.
Isso deixa a porta aberta para uma alta dos juros em agosto,
quando o banco central atualiza suas projeções econômicas.
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729))
REUTERS CMO


Assuntos desta notícia