Clicky

Profitchart Pro 728×90

(Texto atualizado com mais informações)
SÃO PAULO, 10 Out (Reuters) – O Bradesco anunciou
nesta terça-feira que seu presidente-executivo, Luiz Carlos
Trabuco Cappi, será o novo presidente do conselho de
administração do banco, acumulando temporariamente as duas
funções até março do ano que vem, quando um novo executivo será
indicado para comandar o segundo maior banco privado do país.
A troca foi decidida em meio à renúncia de Lázaro de Mello
Brandão da presidência do conselho, posição que ocupava desde
1990.
Trabuco, 66, está na presidência do Bradesco desde 2009, ele
iniciou carreira no banco em 1969. Antes de ser
presidente-executivo da instituição o executivo, formado na
Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Paulo, foi
presidente da seguradora do grupo. Regra no estatuto do banco
impede o acúmulo de cargos.
Brandão, 91, iniciou carreira em 1942, como escriturário na
Casa Bancária Almeida & Cia., instituição financeira que se
transformou no Bradesco anos mais tarde. Ele sucedeu o fundador
do banco, Amador Aguiar, na presidência-executiva em 1981.
Brandão seguirá no conselho de administração das empresas
controladoras do Bradesco.
Em meados deste ano, a 4ª turma do Tribunal Regional Federal
da 1ª Região decidiu por unanimidade pelo trancamento de ação
contra Trabuco disparada pela operação Zelotes, que investiga
esquema de repasse de propinas para compra de decisões do
Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).
No comando do Bradesco, Trabuco liderou um dos maiores
processos de fusão do setor bancário do país nos últimos anos, a
compra do HSBC no Brasil por 5,2 bilhões de dólares em 2015. Nos
últimos meses o executivo tem impulsionando o banco em uma
aceleração de digitalização de negócios em meio ao forte
crescimento de fintechs nos país.

(Por Alberto Alerigi Jr., edição de Sérgio Spagnuolo)
(([email protected]; 5511-5644-7753; Reuters
Messaging: [email protected]))

Chart Trading 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation