Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

(Texto atualizado com mais informações)
Por Alberto Alergi Jr.
SÃO PAULO, 5 Jan (Reuters) – A indústria brasileira
registrou queda de 14,2 por cento na produção de veículos em
dezembro na comparação com novembro e aumento 6,9 por cento na
comparação anual, para 213,7 mil unidades, informou nesta
sexta-feira Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos
Automotores (Anfavea).
Em todo o ano passado, o setor produziu 2,7 milhões de
carros, comerciais leves, caminhões e ônibus no país, alta de
25,2 por cento sobre 2016, em linha com a expectativa da
entidade.
As vendas em dezembro somaram 212,6 mil veículos,
crescimento de 4,1 por cento na comparação mensal e também
anual. Em 2017 como um todo, as vendas do setor subiram 9,2 por
cento, para 2,24 milhões de unidades, ante expectativa da
Anfavea de vendas de 2,2 milhões de veículos.
"A média de vendas por dia útil em dezembro foi de 10,6 mil
unidades, a melhor média desde o final de 2015", disse o
presidente da Anfavea, Antonio Megale, a jornalistas. "Começamos
um ano politicamente complexo, mas com nível de otimismo
razoável."
O crescimento do mercado interno ocorreu com redução na
participação dos veículos importados, que fechou 2017 em 10,9
por cento, menor nível desde pelo menos 2014.
Além disso, em um sinal de relativa fragilidade da
recuperação do mercado interno, as vendas de veículos de até
1.000 cilindradas subiu 14 por cento em 2017, para 639,6 mil
unidades, enquanto os licenciamentos de modelos com mais de
2.000 cilindradas caiu 10,6 por cento.
A indústria, que vem de quatro quedas anuais seguidas nas
vendas, teve incremento de 4,6 por cento no número de pessoal
empregado no ano, para 126,7 mil postos.
As exportações de autoveículos e máquinas agrícolas em 2017
somaram 15,85 bilhões de dólares, alta de 48,6 por cento.
Considerando apenas autoveículos, as vendas externas foram de
12,8 bilhões de dólares, alta de 44,4 por cento. O número de
unidades exportados no ano subiu 46,5 por cento, para 762 mil
unidades, recorde histórico.

(Por Alberto Alerigi Jr.; Edição de Raquel Stenzel)
(([email protected]; +55 11 56447719; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia