Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

(Texto atualizado com mais informações)
SÃO PAULO, 24 Nov (Reuters) – O presidente do Banco Central,
Ilan Godlfajn, reforçou nesta sexta-feira que as reformas e
ajustes são essenciais para o crescimento sustentável e a
inflação baixa no Brasil.
"O momento é de perseverar nas reformas e ajustes no
Brasil", disse Ilan, segundo apresentação publicada no site do
BC feita no Seminário Perspectivas 2018, promovido pelo
Instituto Millenium, em São Paulo.
Ilan destacou a importância desse movimento ao comentar que
o cenário favorável aos países emergentes não durará para
sempre. Ele já vinha defendendo a necessidade de reformas, em
especial a da Previdência, para o equilíbrio da economia.
O presidente do BC destacou ainda na apresentação que a
recessão no Brasil acabou e que a recuperação está a caminho.
Disse ainda que as expectativas de inflação estão ancoradas e,
como consequência, as taxas de juros recuaram.
Diante da inflação baixa, o BC reduziu a taxa básica de
juros a 7,5 por cento e a expectativa do mercado é de corte de
0,5 ponto percentual na Selic na reunião de dezembro, o que
levaria a taxa ao menor patamar histórico, de 7,0 por cento.
O BC optou pela "liberdade de ação" na condução dos juros
básicos, deixando a porta aberta para mais redução no início de
2018.

(Por Camila Moreira; Edição de Claudia Violante)
(([email protected]; 55 11 5644-7729; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia