Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

(Texto atualizado com mais informações)
SÃO PAULO, 23 Nov (Reuters) – A Gerdau anunciou
nesta quinta-feira que vai reativar a partir de março do ano que
vem a produção de aços especiais em usina em Mogi das Cruzes, no
interior de São Paulo, diante do forte crescimento na produção
de veículos do país.
A aciaria a ser reativada pela Gerdau tem capacidade para
375 mil toneladas de aços especiais por ano e estava paralisada
desde julho de 2015, ano em que as vendas de veículos do país
caíram quase 23 por cento.
A produção de veículos do Brasil subiu 28,5 por cento de
janeiro a outubro deste ano sobre o mesmo período de 2016, para
2,24 milhões de unidades. O movimento foi impulsionado por
crescimento de 57 por cento nas exportações de veículos
montados, e avanço de 9 por cento nas vendas no mercado interno.
Além da usina em Mogi das Cruzes, a Gerdau possui duas
usinas produtoras de aços especiais, em Charqueadas (RS) e
Pindamonhangaba (SP). As três fábricas têm capacidade instalada
anual de 1,4 milhão de toneladas, "com plenas condições para
atender a expansão da demanda da indústria automotiva até 2025",
afirmou a Gerdau em comunicado à imprensa.
O anúncio segue-se a planos da rival Usiminas de
reativar o alto-forno de usina em Ipatinga (MG) em abril do
próximo ano, em meio a sinais de recuperação da economia.
As ações da Gerdau exibiam alta de 1,59 por cento às 17h33,
enquanto os papéis da Usiminas mostravam recuo de 0,75 por
cento.
Na véspera, o presidente da Usiminas afirmou que a companhia
está negociando com as montadoras de veículos aumento de 25 por
cento nos preços de aço em contratos válidos para 2018,
percentual semelhante ao buscado pela Companhia Siderúrgica
Nacional .

(Por Alberto Alerigi Jr., edição Flavia Bohone e Raquel
Stenzel)
(([email protected]; 5511-5644-7753; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia