Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

(Texto atualizado com informações sobre acumulado de 2017)
SÃO PAULO, 4 Dez (Reuters) – As compras com cartões de
crédito e débito no Brasil somaram 308 bilhões de reais no
terceiro trimestre, crescimento de 9 por cento em sobre mesma
etapa do ano passado, no maior ritmo de expansão anual desde o
segundo quarto de 2015, afirmou nesta segunda-feira a entidade
que representa o setor, Abecs.
No período, as compras com cartão de débito cresceram 11 por
cento contra um ano antes, para 120 bilhões de reais, enquanto
as pagas com cartão de crédito avançaram 7,6 por cento, para
cerca de 188 bilhões de reais.
No acumulado do ano até setembro, o crescimento do mercado
sobre igual etapa de 2016 foi de 7,2 por cento, a 888 bilhões de
reais, com os cartões de crédito crescendo 5,9 por cento (542,2
bilhões) e os de débito avançando 9,2 por cento (345,7 bilhões).

A previsão da entidade para 2017 é de crescimento de
próximo de 7,5 por cento no volume e compras com cartões e de
expansão de dois dígitos no ano que vem.
Segundo a Abecs, a taxa média do rotativo caiu 57 por cento
desde março, quando o Banco Central estabeleceu em 30 dias o
prazo máximo para uso dessa modalidade, uma das mais caras do
país. Desde então, a taxa média anual do produto passou de 466,4
por cento (15,5 por cento ao mês) para 201,1 por cento. (9,6 por
cento mensal) em outubro.
Com base em dados do BC, de março a outubro o crédito
movimentado pelo rotativo caiu de 16,8 bilhões para 13,3 bilhões
de reais. E o índice de inadimplência do cartão foi de 6,8 por
cento em outubro, o menor índice desde março de 2015.

MetaTrader 300×250

(Por Aluísio Alves, edição Alberto Alerigi Jr.)
(([email protected]; + 55 11 5644-7712;
Reuters Messaging:
[email protected]))


Assuntos desta notícia

Join the Conversation