Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

(Texto atualizado com mais informações)
RIO DE JANEIRO, 7 Dez (Reuters) – O presidente do BNDES,
Paulo Rabello de Castro, disse nesta quinta-feira que o banco
pode vender ao menos 10 por cento da carteira do braço de
participações BNDESpar, incluindo parte do que detém na empresa
de proteína animal JBS .
Segundo ele, a venda de parte da carteira de ações do banco
começará em 2018 e o desinvestimento será feito ao longo do
tempo. Rabello de Castro afirmou que o objetivo é reduzir a
participação do BNDESpar em grandes conglomerados e investir
mais em empresas de menor porte e ligadas a novas tecnologias.
"Com certeza, qualquer ação na nossa carteira tem um grau de
comercialização e essa (da JBS) é comercializável. Essa é uma
das possibilidades", disse. "Será um processo gradual…vamos
sair daquelas participações onde já estamos mais maduros", disse
o presidente do banco de fomento.
Castro estimou que a carteira do BNDESpar soma cerca de 60
bilhões de reais. Na JBS, o braço de participações do banco
detém 21,3 por cento das ações.
"Nas décadas anteriores, o acesso a capitais no Brasil e
exterior não estavam maduros, mas hoje os grandes conglomerados
estão mais capacitados para irem ao mercado de capitais. O banco
vai recuar e avançar em outros campos", disse Castro.
Com a venda das participações, o banco pretende se financiar
para futuras liberações ou para novas participações em empresas
de menor porte ou em aplicações em renda fixa, afirmou o
presidente do BNDES.

(Por Rodrigo Viga Gaier, edição Alberto Alerigi Jr.)
(([email protected]; + 55 11 5644-7712;
Reuters Messaging:
[email protected]))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation