Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Philip Blenkinsop
BRUXELAS, 11 Mai (Reuters) – O maior grupo siderúrgico do
mundo, ArcelorMittal , afirmou que a perspectiva para
2018 melhorou depois de uma forte alta nos preços do aço,
enquanto embarques maiores de minério de ferro ajudaram a
empresa ter resultado acima do esperado no primeiro trimestre.
A companhia não informou detalhes de suas previsões, mas
reafirmou que espera crescimento de 1,5 a 2,5 por cento no
consumo aparente de aço no mundo este ano.
A indústria siderúrgica, um termômetro da saúde da economia
global, movimenta cerca de 900 bilhões de dólares por ano.
A ArcelorMittal afirmou que a demanda provavelmente vai
subir este ano, impulsionada por máquinas e construção, em meio
à sólida expansão das economias dos Estados Unidos e Europa,
enquanto no Brasil, um de seus maiores mercados, saiu da
recessão de dois anos.
"A perspectiva para 2018 está melhorando à medida que o ano
avança, com uma combinação de crescimento da demanda e reforma
no lado da oferta motivando um aumento no uso da capacidade
instalada e com a diferença entre preços de aço e
matérias-primas em nível saudável no mundo", disse o
presidente-executivo da ArcelorMittal, Lakshmi Mittal.
O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização
(Ebitda) da ArcelorMittal no primeiro trimestre subiu 13 por
cento na comparação anual, para 2,51 bilhões de dólares. A
expectativa média de 10 analistas consultados pela Reuters era
de Ebitda de 2,33 bilhões de dólares no período.
A ArcelorMittal informou que seu preço médio de venda de aço
subiu 18,2 por cento ante o primeiro trimestre de 2017, e os
embarques avançaram 1,4 por cento. Em minério de ferro, as
vendas subiram 5,5 por cento, mas os preços recuaram 13,1 por
cento.
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447753))
REUTERS AAJ RBS


Assuntos desta notícia

Join the Conversation