Clicky

MetaTrader 728×90

SÃO PAULO, 17 Abr (Reuters) – A diretoria da Agência
Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou em reunião pública
nesta terça-feira reajustes e revisões tarifárias para
distribuidoras de eletricidade que operam no Sul e no Nordeste,
com impactos de 5 por cento a 22,5 por cento para os
consumidores.
As tarifas da RGE Sul, que atende parte do Rio Grande do
Sul, terão uma alta de em média 22,5 por cento, após a empresa
passar por um processo de revisão tarifária. A empresa é
controlada pela CPFL Energia , da chinesa State
Grid STGRD.UL .
No Rio Grande do Norte, a distribuidora local Cosern, da
Neoenergia NEOE3B.SO , também passou por revisão tarifária, com
impacto médio para o consumidor de 15,61 por cento.
Para a Coelba, também da Neoenergia, que atende a Bahia, a
revisão tarifária resultará em alta média de 16,95 por cento
para as contas de luz.
No Sergipe, atendido por uma distribuidora da Energisa, a
revisão tarifária resultará em impacto médio de 11,30 por cento.
Já a Enel Distribuição Ceará, da italiana Enel, teve
aprovado um reajuste tarifário anual com efeito médio para o
consumidor de alta de 4,96 por cento.

(Por Luciano Costa; edição de Roberto Samora)
(([email protected]; 5511 5644 7519;
Reuters Messaging: [email protected]
– Twitter: @AnaliseEnergia))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation