Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Os resultados dos índices da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) que refletem as variações das carteiras de títulos públicos foram impactados em novembro pelas dúvidas quanto à aprovação da reforma previdenciária no Congresso.

De acordo com a análise, os maiores impactos ocorreram, sobretudo, nos índices que representam os papeis de prazos mais longos. No fechamento do mês passado, o IRF-M 1+, que expressa a carteira prefixada acima de um ano, e o IMA-B 5+, que reflete as NTN-Bs acima de cinco anos, apresentaram variações mensais de -0,08% e -1,4%, respectivamente.

MetaTrader 300×250

O IRF-M, que expressa o total das carteiras prefixadas, acumulou retorno de 0,09%, enquanto o IMA-B, que representa o total dos títulos indexados ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor), apresentou perda pelo segundo mês consecutivo, com um recuo de -0,76% em novembro. O IMA-S, que reflete a carteira indexada à taxa Selic, e que tem a menor exposição a risco, registrou variação de 0,57%.


Assuntos desta notícia