Clicky

MetaTrader 728×90

Por Marc Jones e Karin Strohecker
LONDRES, 7 Mai (Reuters) – O aumento do dólar e a elevação
dos custos de empréstimos estão afetando a Argentina e a
Turquia, e aumentando a probabilidade de que o ciclo de corte de
juros de três anos dos mercados emergentes termine.
Os mercados emergentes entraram no ano voando, impulsionados
pela economia global saudável e aumento dos preços das
commodities, juntamente com inflação e dólar fracos. Parecia
mais do que provável que a onda de cortes nos juros continuaria,
permitindo que a recuperação de títulos continuasse.
Do Brasil e Rússia à Armênia e Zâmbia, os países em
desenvolvimento, grandes e pequenos, estão em alta velocidade.
Com cortes de juros desde janeiro de 2015, o custo médio dos
empréstimos para os mercados emergentes recuou para abaixo de 6
por cento no início do ano, ante mais de 7 por cento .
Os lucros dos gestores de fundos também dispararam neste
período, com a dívida emergente em moeda local entre as classes
de ativos com melhor desempenho, com retornos baseados em dólar
de 14 por cento no ano passado. Mesmo no primeiro trimestre de
2018, os retornos foram de 4,3 por cento.
Agora, porém, quase exatamente cinco anos depois que uma
crise abalou a recuperação do mercado emergente, esses ganhos
parecem estar à beira da reversão.
A Argentina elevou sua taxa de juros para 40 por cento em
resposta à desvalorização do peso argentino, enquanto a Turquia
também foi forçada a elevar suas taxas, à medida que a lira
turca atingia patamares recordes em relação ao dólar. A
Indonésia, depois de pesadas intervenções para conter o
sangramento na rúpia, também informou que poderia recorrer ao
aperto da política monetária.
À medida que as moedas emergentes caem quase em toda parte,
os rendimentos dos títulos em moedas de mercados emergentes
estão próximos de 6,2 por cento e os retornos agora estavam
negativos para 2018 .
Com o dólar em alta, as moedas emergentes enfraqueceram
cerca de 3 por cento nas últimas duas semanas, conforme medido
pelo índice JPMorgan .
Diante disso, a questão das autoridades monetárias dos
mercados emergentes mudou, disse o diretor-global de pesquisa e
estratégia mercados emergentes do Credit Agricole, Sebastien
Barbe.
"Agora a questão para muitos bancos centrais é: eles
deveriam aumentar (as taxas) mais rapidamente?", acrescentou.
(Por Marc Jones e Karin Strohecker)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH PD

<^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^
Russia, India, Brazil Interest Rates https://reut.rs/2rgSk0D
The gruesome twosome https://reut.rs/2JRWcfu
^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^>

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia