Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SÃO PAULO, 23 Nov (Reuters) – A fornecedora de cabos
elétricos Alubar iniciou uma expansão de sua fábrica em
Barcarena, no nordeste do Pará, para atender a uma demanda
aquecida no mercado de transmissão de eletricidade, em um
investimento de 100 milhões de reais.
"Com a expansão em curso teremos um adicional de 60 por
cento da nossa capacidade de produção disponível já em 2019…
Hoje somos uma empresa que está totalmente na contramão do que o
país vive", disse à Reuters o diretor executivo da Alubar,
Maurício Gouvêa, em nota.
A empresa produziu mais de 50 mil toneladas de cabos em
2016, com uma receita líquida de 609 milhões de reais.
A decisão de investir na ampliação da fábrica veio em meio à
projeção de que o governo deve licitar nos próximos anos um
grande volume de projetos para a construção de novas linhas de
transmissão.
Só em um leilão agendado para 15 de dezembro está prevista a
oferta de projetos que demandarão quase 9 bilhões de reais nos
próximos anos.
Além disso, licitações realizadas desde o ano passado já
contrataram obras de novas linhas de energia que demandarão
investimentos vultosos, e muitas das empresas por trás dos
projetos já fecharam contratos com a Alubar.
"Esperamos atender (com a expansão) demandas que ocorrerão a
partir dos próximos leilões de linha de transmissão. Temos nossa
capacidade de produção atual empenhada pelos próximos anos,
fruto da nossa participação em leilões anteriores", disse
Gouvêa.
Os leilões de projetos de transmissão de energia no Brasil
passaram a atrair forte interesse de investidores principalmente
a partir do final de 2016, quando o governo elevou as taxas de
retorno oferecidas após uma crescente falta de interessados nas
licitações do setor a partir de 2013.

(Por Luciano Costa; edição de Marta Nogueira)
(([email protected]; 5511 5644 7519;
Reuters Messaging: [email protected]
– Twitter: @AnaliseEnergia))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia