Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Dmitry Zhdannikov
LONDRES, 19 Jan (Reuters) – Os mercados mundiais de petróleo
estão a apertar rapidamente, em resultado da queda da oferta por
parte da Venezuela, que registou a maior descida na produção não
planeada de 2017, e poderá assistir a um novo declínio em 2018,
disse a Agência Internacional de Energia (AIE) esta sexta-feira.
Os problemas de dívida e infra-estrutura reduziram a
produção de Dezembro da Venezuela para 1,61 milhões de barris
por dia (bpd), perto de mínimos de 30 anos. Isso ajudou os
preços do petróleo a tocar nos 70 dólares por barril no início
de Janeiro, o nível mais alto em três anos.
"A percepção geral de que o mercado está a apertar é
claramente o factor primordial e, neste quadro geral, há uma
crescente preocupação com a produção da Venezuela", disse a IEA,
que coordena a política energética nos países industrializados.

(Traduzido para português por Patrícia Vicente Rua; Editado por
Sérgio Gonçalves)
(([email protected]; +351 21 3509207; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia