Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

13 Out (Reuters) – As ações da negociante de commodities
Bunge saltaram nesta sexta-feira, após o Wall Street
Journal publicar que a Glencore fechou um acordo com a
empresa pelo qual a companhia suíça se comprometeria
temporariamente a não fazer uma oferta hostil pela Bunge.
A Bunge rejeitou uma oferta de aquisição da Glencore em
maio.
Mas especulações sobre uma possível nova oferta de aquisição
pela Glencore continuaram por meses, e um eventual acordo entre
as empresas poderia sugerir que a companhia segue interessada no
negócio, mas pode estar somente aguardando o momento de fazer a
oferta, segundo o jornal.
O acordo, pelo qual a Glencore concordaria com a Bunge em
não comprar mais ações da empresa e nem fazer uma oferta não
solicitada de aquisição, expiraria no início do próximo ano,
disse o WSJ, citando fontes.
A Glencore recusou-se a comentar a reportagem. A Bunge não
respondeu imediatamente a um pedido de comentário.
Uma série de resultados ruims em grandes companhias de
negociação de grãos aguçaram o apetite de investidores por uma
consolidação no setor.
As grandes tradings de grãos têm sofrido nos últimos anos
devido a um excesso de oferta global e baixas margens nas
negociações que apertaram suas operações de comercialização de
commodities, incluindo as da Bunge e de suas rivais Archer
Daniels Midland, Cargill e Louis Dreyfus Co.
Essas companhias, conhecidas como quarteto ABCD das gigantes
do setor, têm sofrido também uma forte competição por parte de
rivais como a Glencore, que têm buscado expandir suas unidades
de agricultura para ganhar presença em importantes áreas
produtoras, como os EUA e a América do Sul.
As ações da Bunge subiam 6,7 por cento nesta sexta-feira, a
72,36 dólares. As ações da Glencore subiam 2,35 por cento.
(Por Carl Plume em Chicago))
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7519))
REUTERS LC


Assuntos desta notícia

Join the Conversation