Clicky

Dia de agenda cheia e atenção aos mercados internacionais

MetaTrader 728×90

Ontem feriado do Dia do Trabalho no Brasil e diferentes países. Os mercados não operaram, mas nos EUA, o Dow Jones fechou em queda de 0,27%, Nasdaq com alta de 0,91% e S&P com +0,25%. A divulgação do resultado da Apple salvou o mercado nos EUA. Hoje dia de agenda cheia e os mercados esperam indicadores para formar tendência.

No Brasil, no mês de abril mercado quase estável (+0,9%) e acumula no ano valorização de 12,7%. Hoje mercados da Ásia com comportamento de queda e preocupação com a reunião entre EUA e China sobre tarifação em aço e alumínio. Europa em alta nesse início de manhã por leitura de que o FED manterá a taxa de juros estabilizada, mas com mudanças no comunicado e ata e futuros do mercado americano no campo positivo.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

O dia pode ser positivo seguindo exterior pela divulgação ontem do balanço do Itaú (maior ponderação do índice) com lucro de R$ 6,4 bilhões no primeiro trimestre e retorno sobre o patrimônio de 22,2%. (ROE). Porém, ontem o ETF Brasil EWZ teve dia de queda no mercado americano e pode influir nas aberturas no Brasil.

Na China, durante a madrugada, o PBoC anunciou que em abril injetou recursos de médio prazo no sistema financeiro em montante de US$ 58 bilhões e o PMI da atividade industrial subiu para 51,1 pontos. No Japão, o PMI de serviços de abril subiu para 50,9 pontos, o maior dos últimos seis meses. Na Alemanha, o PMI industrial encolheu para 58,1 pontos em abril, o menor de nove meses e na zona do euro caiu para 56,1 pontos o menor em treze meses. O entendimento é de desaceleração temporária. A taxa de desemprego ficou estabilizada em 8,5% e o PIB do primeiro trimestre (preliminar) cresceu 0,4% e taxa anual de 2,5%.

Na Itália, o PIB do primeiro trimestre observou expansão de 0,3% e pode haver entendimento entre o partido 5 estrelas e a Liga Norte para formação de governo. Na sequência, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,22%, com o barril cotado a US$ 67,40. O euro era transacionado em alta para US$ 1,20 e notes americanos de dez anos com taxa de juros de 2,99%. O ouro e a prata em altas na Comex e commodities agrícolas com comportamento positivo. A criptomoeda Bitcoin tinha alta de 2,23% e cotada a US$ 9185.

No segmento local, nenhuma votação deve ser feita pelo Congresso na semana e o presidente Temer foi vaiado ontem quando compareceu nos arredores do edifício incendiado e colapsado em São Paulo. A FGV anunciou o IPC-S da 4ª quadrissemana de abril em alta de 0,34% (anterior em 0,17%).

No mercado, os DIs começando o dia com juros em alta e o dólar novamente pressionado em alta de 0,66% e cotado a R$ 3,527. Na B3, o dia pode ser positivo, mas é preciso que haja aproximação da região de resistência em 87.300 pontos, para que adquira consistência de movimento.

Os mercados vão esperar a decisão do FED sobre política monetária às 15h, e declaração de Trump às 17h30. Além disso, sai a pesquisa ADP de criação de vagas no setor privado em abril.

Bom dia e bons negócios na volta do feriado.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia