Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

A Bolsa de Nova York, que operou em grande parte do dia em alta, devolveu no final da sessão desta quarta-feira. A virada se deu com os investidores digerindo a decisão do Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, em manter o patamar das taxas de juros de referência entre 0,25% e 0,5%. A justificativa se deu com as incertezas pelo referendo do Reino Unido e a permanência na União Europeia e dos dados “mistos” sobre a economia americana.

O comunicado do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês)do Fed, que coordena a política monetária dos EUA, destacou os “dados mistos” recebidos ao longo da primeira metade do ano, embora tenha reconhecido “uma elevação” recente no crescimento econômico.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Em coletiva de imprensa a presidente Janet Yellen disse que a decisão foi estimulada pela queda dos preços do petróleo bruto e dos rendimentos do Tesouro, que pesaram sobre as ações financeiras.

Ao final, o Dow Jones caiu 0,20% aos 17.640 pontos; o S&P recuou 0,18% aos 2.071 pontos; e a Nasdaq devolvendo 0,18% aos 4.834 pontos.

O Índice de Preços ao Produtor para a demanda final aumentou 0,4% em maio, com ajuste sazonal, informou hoje o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos. Os preços finais de demanda subiram 0,2% em abril e recuou 0,1% em março. Em uma base não ajustada, o índice de demanda final ficou abaixo de 0,1% para os 12 meses encerrados em maio.

Em maio, mais de 60% do avanço no índice de demanda final pode ser atribuído aos preços de bens, que subiram 0,7%. O índice para serviços sob demanda final subiu 0,2%.

Os preços para a demanda final, menos alimentos, energia e serviços comerciais, registaram decréscimo de 0,1% em maio, depois de subir 0,3% em abril.

Para os 12 meses encerrados em maio, o índice de demanda final, menos alimentos, energia e serviços comerciais, aumentou 0,8%.

A Pesquisa Empire State de Manufatura referente ao mês de junho 2016 mostra que a atividade de negócios expandiu modestamente para os fabricantes de Nova York. O índice geral de condições empresariais subiu 15 pontos para 6,0. O índice de novas encomendas e o índice de embarques passaram de valores negativos para 10,9 e 9,3, respectivamente, os pedidos e embarques aumentaram depois da queda do mês passado. O índice de estoques caiu para 15,3 e o índice de emprego zero, sinalizando que as contagens de emprego mantiveram-se inalteradas.

A produção industrial dos Estados Unidos em maio caiu 0,4%, depois de um aumento revisto de 0,6% em abril. Este é o sétimo declínio na produção industrial nos últimos nove meses. A redução se deu com o dólar forte e o fraco crescimento global, com preços de commodities recuando.


Assuntos desta notícia