Clicky

MetaTrader 728×90

Marcando mais um dia de bom humor, os investidores da Main Street partiram para as compras na volta do feriado. O avanço nesta terça-feira ajudou o índice Dow Jones a romper os 26 mil pontos pela primeira vez. Porém, os índices voltaram para o negativo com a notícia do The New York Times sobre a intimação de ex-assessor de campanha do presidente Donald Trump, Steve Bannon, para depor no caso envolvendo a Rússia na campanha de 2016. Notícias corporativas também pesaram.

Ao final, o S&P ficou em queda de 0,35% a 2.776 pontos. O Dow Jones ficou em 25.792 pontos. O Nasdaq ficou em queda de 0,51% a 7.223 pontos. O Russel 2000 caiu 1,19% a 1.572 pontos.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Ajudaram o Dow Jones a romper os 26 mil pontos as ações da Merck & Co. Inc e a UnitedHelath Group Inc UNH com ganhos de 7,6% e 2,5%, respectivamente. Na contramão ficaram as ações da General Electric Co, mais de 4%.

No S&P, as ações imobiliárias, de saúde e de bens de consumo são as únicas que se comercializam no verde, enquanto a energia e os materiais foram vendidos, seguindo os baixos preços do petróleo.

As ações da General Electric Co caíram 2,9% depois que o conglomerado disse que uma revisão da carteira de seguros da GE Capital resultaria em uma despesa pós-imposto de US $ 6,2 bilhões no quarto trimestre.

Ainda pesou em Wall Street, a informação do The New York Times de que o ex-estrategista-chefe da campanha do presidente Donald Trump, Steve Bannon, foi intimado na semana passada pelo conselheiro especial, Robert Mueller, para testemunhar como parte da investigação sobre possíveis ligações entre associados da Trump e a Rússia.


Assuntos desta notícia