Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

O bom humor tomou conta de Wall Street nesta sexta-feira, com os dados das folhas de pagamento acima das estimativas dos analistas, 222 mil. Com isso, os índices de peso, que na sessão de ontem despencaram, voltaram para terreno positivo.

Há pouco, o S&P estava em alta de  0,57% aos 2.432; o Dow Jones estava em alta de 0,41% aos 21.407; e o Nasdaq em alta de 0,99% aos 6.149.

MetaTrader 300×250

No S&P, as ações são lideradas pelas empresas de tecnologia, 1,1%, mas queda de 1% nas de energia, lideradas pela Devon Energy Corp, queda de 2,82%, e Chesapeake Energy Cop, queda de 4,08% com os preços do petróleo bruto.

Operam com ganhos no Dow Jones as ações do McDonald’s, 1,66%, e Visa Inc, 0,95%.

Os rendimentos das obrigações ficaram mistos depois dos dados do Payroll. Os rendimentos dos títulos de 10 anos estão para cima aos 2,38% e o de dois anos em 1,39%.

A economia adicionou 222 mil empregos em junho, mais do que o esperado, enquanto a taxa de desemprego aumentou ligeiramente para 4,4%. Nos últimos três meses, os ganhos de empregos já atingiram 194 mil por mês.

O aumento da taxa de desemprego ocorre quando a taxa de participação da força de trabalho também aumentou ligeiramente para 62,8% em relação a 62,7% em maio. A média de horas semanais trabalhadas também aumentou para 34,5 de 34,4.

Os ganhos salariais em junho, no entanto, foram decepcionantes, com o lucro horário médio aumentando 0,2% em relação ao mês anterior e 2,5% em relação ao ano anterior.

Os ganhos horários médios são uma medida-chave das potenciais pressões de inflação e são observados de perto pelos economistas. Os salários deveriam aumentar 0,3% em relação ao mês anterior e 2,6% em relação ao ano anterior em junho.

Em maio, os ganhos salariais foram decepcionantes aumentando 0,2% em relação ao mês anterior e apenas 2,5% em relação ao ano anterior. Estes números também foram revisados ​​no relatório de hoje para mostrar que os ganhos foram apenas 0,1% em relação ao mês passado e 2,4% em relação ao ano passado em maio.


Assuntos desta notícia