Clicky

Mercados vão ajustar nesta quinta-feira

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Ontem os mercados ficaram aguardando a divulgação da ata do FED e a decisão do Copom sobre política monetária, que só saiu após pregão encerrado. O FED deixou claro que vai elevar juros brevemente, mas não necessariamente na reunião de maio, enquanto o Copom reduziu em 0,75% (selic em 12,25%), dentro do esperado.

No Brasil, o Copom deixou a porta aberta para acelerar reduções, mas tudo está na dependência do andamento de reformas. De qualquer forma, a velocidade cruzeiro de queda é no mínimo de 0,75%.

MetaTrader 300×250

Hoje mercados na Ásia operaram em queda, Europa abrindo com comportamento misto e EUA levemente em alta em seus índices futuros. No Brasil, mercados ainda vão ter que avaliar alta do preço do petróleo no mercado internacional e os resultados anunciados pela Vale que passou de prejuízo de US$ 12,12 bilhões em 2015 para lucro de US$ 3,98 bilhões em 2016. Reduziu bastante sua alavancagem para 2,4X de 4,1X, mostrando os ajustes pelos quais a empresa passou.

Na Coréia, o banco central manteve os juros básicos estabilizados em 1,25% e o PBOC chinês sugeriu valorização do yuan na paridade de 6,8895 do dólar. Na Alemanha, a confiança do consumidor GFK de março caiu para 10,0 pontos, praticamente idêntica ao esperado de 10,1 pontos. O PIB do quarto trimestre foi confirmado em expansão de 0,4% e taxa ano de 17%.

No cenário local, destacamos a demissão de Josá Serra do ministério das relações exteriores, alegando problemas de saúde. Temer tem agora dois cargos vagos para serem preenchidos. A FGV anunciou o IGP-M fechado de fevereiro em desaceleração para 0,08% (vindo de 0,64%), com a inflação do ano em 0,73% em 12 meses com 5,38%. Destaque para matérias primas brutas com contração de 0,64%. Saiu o IPC-S da terceira quadrissemana de fevereiro com inflação de 0,40%.

Dados da PNAD contínua do IBGE indicam que faltava trabalho para 24,3 milhões de pessoas no quarto trimestre e o desemprego em São Paulo subiu para 12,4%. Dia começando com DIs ajustando em queda dos juros e dólar começando o dia em leve queda de 0,02%, com a moeda americana cotada a R$ 3,0692. Na Bovespa, o dia começando com alta de 0,52%.

Na agenda externa, alguns indicadores que podem alterar o comportamento dos mercados, mas o dia parece ser de recuperação e fluxo seguindo para o mercado local.

Bom dia e bons negócios.

Alvaro Bandeira – Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia