Clicky

Mercados asiáticos e europeus abrem em alta nesta segunda-feira

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

A semana está começando bem para os principais mercados do mundo. No período passado, a Bovespa ainda conseguiu fechar a semana com alta acumulada de 1,79%, com índice em 66124 pontos, mesmo com clima político extremamente negativo. No final do dia da última sexta-feira, a agência de classificação de risco S&P elevou o rating de Petrobras para BB- (anterior em B+) e manteve a classificação do Brasil, inclusive a perspectiva negativa.

Hoje dia de alta nos principais mercados asiáticos, alta nesse início de manhã na Europa e índices futuros do mercado americano. No Brasil, podemos emplacar o quinto pregão seguido de alta, com o índice abrindo objetivo para alcançar 68000 pontos nos próximos pregões. Porém, vamos precisar dar continuidade de fluxo de recursos canalizado para o mercado, principalmente de investidores estrangeiros.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Mercados começam a semana tendo que avaliar o disparo de míssil de longo alcance pela Coréia do Norte, com fortes declarações de países, principalmente Japão e Coreia do Sul. Shinzo Abe em visita aos EUA disse ser essa atitude intolerável. Na Alemanha, venceu o candidato a presidente de Angela Merkel e, na Espanha, Rajoy foi reeleito líder do partido popular.

O presidente Trump mantém encontros hoje com Justin Trudeau e o primeiro ministro de Israel. Na sequência dos mercados no exterior, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 0,80% com o barril cotado a US$ 53,43. O euro era transacionado em alta para US$ 1,04 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 2,43%. Ouro e prata negociados em queda na Comex e commodities agrícolas com quedas na bolsa de Chicago.

Voltando ao cenário local, nova rodada de repatriação de recursos pode ser votada, e dessa feita com a inclusão de políticos. Dessa forma, a expectativa de arrecadação seria de R$ 40 bilhões. A pesquisa Focus semanal do Bacen veio positiva (novamente) com a inflação de 2017 abaixo do centro da meta em 4,47% (anterior em 4,64%). O PIB de 2018 voltou a subir para 2,30% (anterior 2,25%). Selic de 2017 mantida em 9,50% e dólar em queda para R$ 3,36% (anterior em R$ 3,40).

Na sequência dos mercados, os DIS começando o dia em queda de juros e o dólar em leve alta de 0,07%, cotado a R$ 3,113. Na Bovespa, dia possivelmente melhor seguindo comportamento do exterior de melhores expectativas da economia.

Na agenda, nenhum dado de destaque durante a noite e a China anuncia a inflação de janeiro.

Bom dia e bons negócios.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia